Mianmar


Nos últimos anos, a situação dos cristãos no país, em geral, manteve-se afetada por mudanças políticas no sentido da democracia. Isso é causado pelo fato de que a maioria deles pertence às minorias étnicas e não há uma política claramente definida em relação a eles. Com a ascensão de grupos budistas radicais como o '969', a situação para as minorias religiosas foi mais uma vez arruinada.
A maioria dos cristãos vem de uma minoria étnica e são direcionados também por causa disso. Muitos ainda enfrentam ataques do exército como luta contra os movimentos de independência ou autonomia. Mas até mesmo os cristãos provenientes de origem birmanesa são vigiados, pressionados e rotulados como traidores. Os poucos convertidos de origem muçulmana estão enfrentando a pressão de todos os lados.
Mianmar continua entre os dez países mais violentos para os cristãos na Classificação da Perseguição Religiosa 2015, o que aconteceu também na Classificação 2014. Apesar de vários acordos de cessar-fogo com diferentes grupos étnicos, incluindo alguns grupos de maioria cristã, os maiores grupos continuam confrontando o exército.
 Não obstante as negociações, pelo menos vinte cristãos foram mortos e edifícios da igreja, bem como casas de cristãos foram destruídas. Embora esta violência seja relacionada a um tipo de guerra civil da insurgência, os relatórios mostram que o exército tem como alvo as igrejas que servem como refúgio. Estupro e a venda de crianças para casamentos (sobretudo cristãs) são usados como tática de guerra.
A pobreza, especialmente nas áreas tribais, também afeta profundamente a Igreja em Mianmar. Há poucos jovens envolvidos ativamente nas igrejas porque a maioria está deixando o país para trabalhar na China ou na fronteira com a Tailândia. O tráfico de pessoas e drogas também são questões críticas enfrentadas pela Igreja. Devido à pobreza e à falta de perspectivas, os jovens caem no tráfico e abuso de drogas. Mianmar faz parte de uma área de produção de droga muito grande, por isso as drogas são fáceis de obter e relativamente baratas.




Bandeira: Mayanmar

Região: Sudeste da Ásia

Líder: Thein Sein
População: 55,74 milhões
Cristãos: *
Religião: Budismo 89%, Islamismo 4%
Governo: Governo Civil Parlamentar Nominal


Última atualização em 7/1/2015
Fonte Portas Abertas

Nenhum comentário:

Postar um comentário