Turcomenistão

Por causa da fé em Jesus, cristãos turcomenos enfrentam grandes perseguições
Turcomenistão é considerado um dos locais mais restritivos do mundo. Não há liberdade de informação ou de imprensa. É extremamente difícil para os estrangeiros acessar o país. Um novo culto à personalidade foi iniciado em torno presidente Berdymukhammedov. Além disso, há um alto nível de monitoramento de cada grupo da sociedade (incluindo cristãos), bem como um acesso altamente restrito aos meios de comunicação e os recursos estrangeiros. Consequentemente, também é difícil obter informações para fora do país.
Um dos principais problemas para os cristãos no Turcomenistão, e outros países da Ásia Central, é o fato de que há pouca cooperação e muita divisão entre as várias denominações. Infelizmente, há apenas poucas exceções a esta regra. 
"Ainda que seja difícil e haja muitas coisas que não entendo, por causa de Jesus, tenho paz em meu coração. Deus nunca me deixará. Ele nunca vai embora e responderá. É nisto que me apego. Levo tudo a Deus em oração. Através disso, meu relacionamento com Ele se mantém." Cristã turcomena.


Bandeira: Turkmenistan
Região: Ásia Central
Líder: Gurbanguly Berdimuhamedow
População: 5,24 milhões
Cristãos: *
Religião: Islamismo
Governo: República Presidencialista
Última atualização em 13/01/2016
Fonte Portas Abertas

Nenhum comentário:

Postar um comentário