quinta-feira, 27 de março de 2014

O Amor Não Seja Fingido




Irmãos nós vivemos nos últimos tempos da igreja do Senhor Jesus nesta terra, e como anunciadores das boas novas de Cristo não podemos deixar de falar do amor do Pai que nos amou e entregou seu Filho para morrer em nosso lugar, e esse amor tem que ser praticado a cada dia em nossas vidas, para que possamos dizer que não somos nós que vivemos mas Cristo vive em nós. ( Gálatas 2:20)

 
O amor seja não fingido. Aborrecei o mal e apegai-vos ao bem. (
Romanos 12:9) Vemos o apóstolo Paulo em apenas um versículo nos orientando sobre uma forma que deve ser o amor, o não fingido, é tão profundo o amor de Deus por cada um de nós, foi um amor sincero, puro e mais que tudo isso verdadeiro. Temos que amar como Cristo amou, viver como Cristo viveu, levando esse amor as mais densas trevas deste mundo em que vivemos, aborrecendo o mal e deixando os embaraços que tão de perto nos rodeia nos apegando ao bem.

Viver um amor verdadeiro é o que temos que pedir a cada dia ao Senhor Jesus, pois é fácil falar que amamos o próximo, que amamos a Deus, mas e as nossas atitudes? Ou os nossos gestos?  Demonstram realmente que amamos o próximo ou ao Senhor Jesus? 
Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade. (
1 João 3:18)

Devemos amar com o verdadeiro amor de Cristo, não apenas falar para que não acabe se tornando um amor fingido, mas sim um amor que é praticado a cada dia, seja com nossas atitudes, e principalmente com a verdade de Cristo.

Mas como sabemos que amamos? ou não vivemos uma farsa religiosa ? Irmãos não é apenas olhar para seu irmão e dizer “Jesus te ama e eu também”, viver o amor de Cristo é mais do que apenas palavras, é o que necessitamos hoje tanto em nosso meio cristão como com aqueles que não conhecem o caminho da salvação.

Uma das maneiras que sabemos que estamos caminhando em amor é guardando os mandamentos do Pai,
aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele. (
João 14:21)  Amar o Pai e guarda o seus mandamentos, isso demonstra nosso amor para com Cristo, e o seu amor para conosco, o principal que temos que ter em nossas vidas é o amor de Jesus, queremos um evangelho fácil, atrair pessoas com os todos tipos de truques ou fantasias e heresias, e nos esquecemos que somente é amando como Cristo amou que vamos ver vidas se chegando a salvação, com um amor não fingido.

Mas tudo isso tem que acontecer, por se multiplicar a iniquidade o amor de muitos esfriará (Mateus 24:12) mas mesmo entre tudo isso louvo ao Senhor pois é o amor de muitos não de todos  que se esfriará, e por isso podemos batalhar para que o amor não se perca em nossos desejos carnais, mas sim em sinceridade e justiça para que esse amor prevaleça.

Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus.

Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.
Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos.
Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.
Amados, se Deus assim nos amou, também nòs devemos amar uns aos outros.
(1 João 4:7-11)

E que o amor de Cristo, cresça em nossos corações sendo sincero e verdadeiro, não fingido lembrando nos sempre que nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro.

(
1 João 4:19)

Que Deus te abençoe

/Alef da Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário